• RECEBA NOSSOS INFORMES
  • 23 de fevereiro de 2017

Dicas & Direitos

Informações úteis para o seu dia a dia

Filtrar conteúdo por tema:

tamanho do texto -A +A normal

Energia Elétrica

Saiba como continuar economizando energia elétrica mesmo após o horário de verão


Medidas simples, como evitar o modo stand-by nos aparelhos eletrônicos, ajudam a gastar menos luz o ano inteiro

 
Atualizado em 16/02/2017 

No horário de verão, o consumo de energia diminui. Com os relógios atrasados em uma hora, os dias têm mais tempo de luz solar e a iluminação natural pode ser mais aproveitada, dispensando o uso de lâmpadas, por exemplo. 
 
Quando ele chega ao fim,  a economia de energia elétrica tende a ser reduzida e a conta de luz pode subir.  Mas algumas medidas simples podem ajudar a continuar economizando o ano inteiro.
 
Evitar o desperdício é importante não só pela conta de luz, mas também por ser uma prática ambientalmente responsável:  a produção de energia é uma das grandes vilãs na emissão de gases de efeito estufa na atmosfera. 
 
Por isso, veja abaixo algumas dicas e adote-as no seu dia a dia.
 
Adeus, stand-by
 
Uma das maneiras mais fáceis de economizar energia elétrica é tirar da tomada os aparelhos eletrônicos que não estão sendo utilizados, evitando o modo stand-by. 
 
Essa simples medida pode gerar uma economia de cerca de 15% nas contas de energia elétrica, segundo uma pesquisa realizada pelo Idec em 2008. 
 
Mas, atenção: ligar e desligar os aparelhos eletrônicos com frequência pode diminuir sua vida útil. Por isso, o mais aconselhável é desligar os eletrônicos quando não forem ser utilizados por um período considerável de tempo (o decorrer do dia, por exemplo).
 
Lâmpadas mais eficientes
 
As lâmpadas tipo LED apresentam um nível de eficiência energética maior do que as comuns. Com uma lâmpada desse tipo de apenas 10 Watts (W) é possível iluminar um ambiente com a mesma intensidade que com uma incandescente de 60 W ou uma fluorescente compacta de 15 W. As lâmpadas tipo LED são mais caras, mas também têm uma durabilidade maior.
 
As lâmpadas fluorescentes também são uma boa opção em termos de economia. Uma lâmpada de 20W desse tipo ilumina tanto quanto uma convencional de 100 W. 
 
Assim, troque gradualmente (à medida que forem queimando) as lâmpadas convencionais de sua casa por fluorescentes ou LED. 
 
Além disso, sempre vale lembrar: apague as luzes dos ambientes que não estiverem em uso!
 
Freezer e geladeira
 
Mantenha a geladeira e o freezer em local bem ventilado. Evite abrir a geladeira sem necessidade, pois, a cada vez que a porta é aberta, a temperatura no interior do aparelho aumenta e o motor precisa trabalhar mais para resfriá-la. 
 
Regule o termostato da geladeira, deixando-o adequado à temperatura ambiente.
 
Além disso, descongele periodicamente a geladeira, caso o aparelho não tenha essa função automática. O excesso de gelo no congelador faz com que o motor trabalhe 30% a mais do que o normal e, consequentemente, consuma mais energia.
  
Outras dicas
 
- Acumule o máximo de roupa para lavar e passar de uma única vez.
 
- Evite utilizar o microondas para preparar comida. Priorize o fogão a gás. 
 
- Na hora de comprar novos aparelhos, prefira aqueles com selo A de eficiência energética Procel (Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica). O selo tem quatro categorias: A, B, C e D, que vai do mais ao menos eficiente em relação ao gasto de energia, respectivamente.

 

Avalie este conteúdo
  • Nenhum comentário, seja o primeiro.

Deixe o seu comentário


  • Caracteres restantes: 1000
  • 1. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.
  • 2. O Idec não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários, que não são revisados. Havendo necessidade, o Idec reserva-se o direito de eliminar comentários em desacordo com o propósito do site.
  • 3. Se, por mais de uma vez, forem descumpridas quaisquer regras contidas na presente Política ou forem verificadas ilegalidades, o comentário será automaticamente excluído do website do Idec. A qualquer instante, o sistema de inclusão de comentários poderá ser cancelado sem necessidade de aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
  • 4. Os comentários não poderão conter os seguintes itens: banners publicitários; websites que façam vendas online; material pornográfico; palavras de baixo calão; informação sobre atividades ilegais e/ou incentivo ao crime; atividades ilegais incluindo menores de 18 anos (de acordo com o disposto no artigo 241 do Estatuto da Criança e do Adolescente); material depreciativo; ofensivo e/ou mentiroso; propaganda política referindo-se a candidatos, partidos ou coligações, bem como propaganda a respeito de seus órgãos ou representantes; utilização do serviço, desvirtuando sua finalidade, com o intuito de cometer qualquer atividade ilegal; convite à participação em atividades de concursos, correntes, lixo eletrônico, spam ou quaisquer mensagens periódicas ou não solicitadas (comerciais ou não) ou abusivas.
  • 5. A presente Política contendo as condições de uso dos comentários no website do Idec é regida pela legislação vigente da República Federativa do Brasil. Os usuários submetem-se ao Foro exclusivo da Comarca da Capital do Estado de São Paulo para dirimir quaisquer questões porventura incidentes.
  • 6 .O usuário deve fornecer informações verdadeiras, exatas, atuais e completas quando efetuar o registro no formulário para realizar um comentário. Essas as informações são protegidas por senha para a sua segurança e privacidade.
  • 7. Os usuários declaram concordar com todas as condições descritas acima.
Limite de 256 caracteres. Enviar por e-mail
Para:
Todos os campos são obrigatórios.

Filtrar por tema:

Veja também

Financeiro Serviços bancários gratuitos: saiba quais são e quem tem direito

Pouca gente sabe, mas todo brasileiro tem direito a serviços bancários sem pagar nada por isso!...

Consumo Sustentável Consumo sustentável: Como reciclar?

Existem várias formas de evitar que os nossos hábitos de consumo impactem nas mudanças climáticas....

Planos de Saúde Planos de Saúde: saiba o que fazer em caso de negativa de cobertura

A negativa de cobertura é um dos principais problemas enfrentados pelos usuários de planos de sa...

Joana Cruz na Rádio Estadão - Especial Saúde

A advogada do Idec, Joana Cruz, explica sobre as recentes pesquisas do Instituto sobre os planos de saúde...

RECEBA NOSSOS INFORMES
SIGA O
Linked.in RSS Twitter Facebook