• RECEBA NOSSOS INFORMES
  • 22 de julho de 2017

Notícias dos Consumidores

Matérias de seu interesse, publicadas em veículos de todo o País

Filtrar conteúdo por tema:

tamanho do texto -A +A normal

06/07/2017

Aéreas permitem remarcação de voos sem taxas para quem não conseguiu passaporte

Fonte: Metro

Quem está com passagem aérea comprada para o exterior e não conseguiu tirar o passaporte devido à suspensão das emissões pela Polícia Federal deve procurar a companhia para remarcar a data da viagem ou pedir o reembolso. Algumas empresas aéreas permitem a troca do bilhete sem multas.
 
Na Latam, passageiros com bilhetes emitidos até 28 de junho para voos marcados até 28 de julho podem: pedir reembolso; mudar a data para viajar em até 30 dias sem pagar multa e diferenças de tarifas; ou escolher outra data ou destino e pagar a diferença de tarifa.
 
Já a Gol informou que passageiros que comprovem o agendamento junto ao órgão emissor do passaporte antes da data da viagem poderão remarcar o voo sem custo pelos canais on-line ou pelo número 0800 704 0465.
 
A Azul afirma que o cancelamento ou a remarcação estão sujeitos às regras de cada passagem. A empresa disse, no entanto, que está avaliando caso a caso com os clientes. A Avianca também informou que avalia cada caso individualmente.
 
Pelas nova regras da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), o passageiro tem 24 horas a partir do ato da compra para desistir de viajar, desde que o bilhete tenha sido adquirido sete dias antes do voo.  As multas para alteração do voo ou reembolso não podem ultrapassar o valor pago pela passagem.
 
Na visão do Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor), a alteração e o cancelamento devido a fatos alheios à vontade do consumidor devem ser feitos sem qualquer ônus. “O mesmo pode ser realizado quanto à hospedagem, outros meios de transporte internacionais e outros serviços que exigem apresentação de passaporte válido”, diz a advogada do Idec Claudia Almeida. 
Avalie este conteúdo
Limite de 256 caracteres. Enviar por e-mail
Para:
Todos os campos são obrigatórios.

Filtrar por tema:

  • Revista

    O T da Questão

    Pesquisa levanta suspeitas de que uso de transgênicos em alimentos pode não estar sendo informado ao consumidor

  • Enquetes

    Alimentos

    Você é a favor de manter o símbolo "T" no rótulo para identificar o uso de transgênicos?

RECEBA NOSSOS INFORMES
SIGA O
Linked.in RSS Twitter Facebook