• RECEBA NOSSOS INFORMES
  • 17 de janeiro de 2017

Especial

Todo conteúdo relevante para você reunido num só lugar

Exija seus direitos

 
Desde que a ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) determinou a transferência de clientes da Unimed Paulistana para outras operadoras, o número de reclamações dos consumidores da empresa disparou.

O motivo principal é a falta de atendimento. Devido à frágil situação financeira da empresa, diversos hospitais e laboratórios parceiros deixaram de atender os clientes da Unimed Paulistana. Ainda, muitos consumidores estão insatisfeitos com a alternativa proposta por órgãos públicos de portabilidade extraordinária de carências para planos mais caros e com rede assistencial inferior comparados com os contatos dos consumidores com a Unimed Paulistana. Veja mais aqui.

Questões financeiras à parte, saúde é coisa séria e os beneficiários da empresa não podem ficar sem atendimento.

Sabendo da importância de orientar os clientes da Unimed Paulistana sobre seus direitos de consumo, o IDEC - Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor preparou um especial sobre o caso Unimed Paulistana com todas as informações necessárias para você exigir seus direitos.

 
AÇÃO CIVIL PÚBLICA DO IDEC EXIGE MANUTENÇÃO DOS CONTRATOS DA UNIMED PAULISTANA PELA CENTRAL NACIONAL UNIMED E UNIMED DO BRASIL

Visando garantir o atendimento dos consumidores da Unimed Paulistana durante o processo de transição de clientes, o IDEC ingressou com uma ação civil pública exigindo a responsabilização solidária de outras empresas do grupo Unimed pela garantia de atendimento dos clientes que não conseguirem atendimento na rede da Unimed Paulistana.

A liminar foi proferida pela juíza Maria Rita Rebello Dias, da 18ª Vara Cível do Foro Central Cível de São Paulo para manutenção dos contratos pela Central Nacional da Unimed, mas em 16/10/15, foi restrita apenas para casos de urgência e emergência.



 
RECEBA NOSSOS INFORMES
SIGA O
Linked.in RSS Twitter Facebook