Bloco Associe-se

Associe-se ao Idec

Consea apoia rótulo de advertência na parte da frente das embalagens

Conselho defende alerta sobre a presença de alto conteúdo de nutrientes críticos nos alimentos

Compartilhar

separador

Atualizado: 

01/11/2017

Em documento enviado à Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), no último dia 16, o Consea (Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional) recomendou o aprimoramento da rotulagem nutricional brasileira para a promoção da alimentação saudável.

Entre os pontos destacados pelo Conselho está a inclusão de uma rotulagem frontal com advertências que indiquem a presença excessiva de nutrientes críticos em alimentos processados e ultraprocessados (como sopas instantâneas, refrigerantes, biscoitos, etc.), e que siga o modelo de perfil de nutrientes da OPAS (Organização Pan-Americana da Saúde). Desde 2014, a organização classifica alimentos que devem ser alvos de medidas regulatórias, pelo fato de prejudicarem a saúde dos consumidores.

O Conselho também  ressalta que a compreensão sobre a composição dos produtos e os riscos à saúde que podem apresentar têm se tornado cada vez mais relevante para os consumidores, por conta do atual cenário brasileiro. “57% da população brasileira adulta está com excesso de peso e 21,3% das brasileiras e dos brasileiros são obesos”, afirma na nota.

Novo modelo de rotulagem

Em agosto, o Idec enviou à Anvisa uma proposta de atualização e aprimoramento do atual modelo de rotulagem nutricional no Brasil.

O modelo apresenta uma similaridade com as sugestões feitas pelo Consea: sugere que se inclua um selo de advertência, na parte da frente da embalagem de alimentos processados e ultraprocessados, que indica quando há excesso de açúcar, sódio, gorduras totais e saturadas, além da presença de adoçante e gordura trans em qualquer quantidade.

A proposta, feita em parceria com pesquisadores da UFPR (Universidade Federal do Paraná), tem como principal objetivo ajudar os consumidores a fazer escolhas alimentares mais saudáveis, oferecendo informação clara, simples e compreensível sobre alimentos e bebidas, tendo em vista a dificuldade dos consumidores para entender os rótulos. 

O Consea 

O Consea é um órgão federal que tem como papel fundamental assessorar a Presidência da República na formulação de políticas e na definição de orientações que garantam a alimentação da população.

O Idec faz parte do Consea como membro titular desde 2012. Atualmente, o Instituto coordena a Comissão sobre Ambientes Alimentares e Nutrição.

Arquivos: