• RECEBA NOSSOS INFORMES
  • 23 de outubro de 2014

Em Foco

Fique por dentro das atividades do Idec e das notícias de seu interesse

Filtrar conteúdo por tema:

tamanho do texto -A +A normal

Abastecimento de Água e Esgoto 06 Mar 2014

Você sabe qual o reservatório de água abastece sua região?

A Sabesp explica como funciona sua política de descontos para os moradores que fazem parte do Sistema Cantareira. E para ajudar o consumidor a economizar água, o Idec separou algumas dicas úteis para seu dia a dia


Devido à escassez de chuvas que assola o País, o racionamento de água já é uma realidade em diversas cidades brasileiras, envolvendo milhões de pessoas. E, em grande parte do Estado de São Paulo, os moradores correm o risco de enfrentar racionamento de água até o meio do ano, devido ao baixo nível de água dos reservatórios que abastecem o estado. As informações fazem parte de levantamento nacional do jornal Folha de S.Paulo junto a empresas de saneamento e governos. 
 
A Sabesp, empresa de saneamento do Estado de São Paulo, atualiza diariamente sua página com o nível dos reservatórios que abastecem a região metropolitana de São Paulo. Confira aqui. Contudo, a companhia informou por meio de sua assessoria de imprensa que não trabalha, até o momento, com a possibilidade de haver racionamento na capital e em cidades abastecidas pelo Sistema Cantereira. 
 
No começo do mês de fevereiro, a Sabesp anunciou um desconto de 30% na conta dos consumidores que conseguirem economizar água. O objetivo é incentivar a queda do consumo, em especial na região abastecida pelo Sistema Cantareira (Veja abaixo a relação dos bairros). A informação sobre o sistema que abastece a residência de cada consumidor está disponível na respectiva conta de água. Esta informação vem logo após os índices de qualidade de água, na segunda parte da conta impressa. 
 
 
 
 
 
A Sabesp afirma que o desconto se estenderá entre os meses de fevereiro e setembro de 2014 (exceto para Santana do Parnaíba, onde a política vai de março a setembro). Segundo a companhia, o desconto deve vir já na próxima conta de água recebida pelos consumidores. A estratégia é parecida com a usada em 2004, quando houve desconto na conta para quem conseguiu diminuir o consumo de água.
 
A empresa ressaltou ainda que a conta do cliente abastecido pelo Sistema Cantareira terá um informe com a meta de redução a ser atingida em um campo com os dizeres "Informações ao Cliente" onde será dado um histórico da média consumida e do desconto concedido, caso o cliente tenha alcançado a meta.
 
Terá direito ao bônus o cliente que reduzir em 20% o consumo médio de um período de 12 meses. O consumidor poderá também observar seu histórico de consumo de 12 meses na Agência Virtual da Sabesp. A média de consumo dos clientes residenciais abastecidos pelo Cantareira é de 15 metros cúbicos (15 mil litros). Eles pagam hoje R$ 59,94, com a redução do  uso da água em 20%, passará a consumir 12 metros cúbicos (12 mil litros) e a conta cairá para R$ 30,91. 
 
Em nota, a companhia informa que entre os dias 9 e 16 de fevereiro, a economia de água já ultrapassou dois mil litros por segundo, chegando a 2,12 m³ por segundo. Esta quantidade equivale ao uso de 183 mil caixas d'água (de mil litros) em um dia.
 
Os moradores de condomínios onde a cobrança não é individual os moradores de cada apartamento devem solicitar ao síndico para ver a conta com as informações de desconto e qual sistema fornecedor de água atende sua região.  
 
Importante destacar que o desconto, caso os moradores atinjam a meta de redução, é dado para o condomínio. Ou seja, se o condomínio recebeu o desconto, a cota individual de cada morador deverá ser menor que em meses anteriores. 
 
Mais informações sobre o desconto aqui
 
A distribuição de água em São Paulo
Segundo a Sabesp, o sistema de abastecimento da região metropolitana de São Paulo é integrado: são oito complexos responsáveis pela produção de 67 mil litros de água por segundo, para atender 33 municípios atendidos pela empresa, além de outros seis que compram água por atacado (Santo André, São Caetano do Sul, Guarulhos, Mogi das Cruzes, Diadema e Mauá). Esses oito complexos são:
 
Sistema Cantareira: é o maior da Região Metropolitana de São Paulo. Na Estação do Guaraú são tratados 33 mil litros de água por segundo destinados a 8,1 milhões de pessoas das Zonas Norte, Central e partes das Zonas Leste e Oeste da capital, bem como os municípios de Franco da Rocha, Francisco Morato, Caieiras, Osasco, Carapicuíba e São Caetano do Sul, além de parte dos municípios de Guarulhos, Barueri, Taboão da Serra e Santo André. O sistema é formado pelos rios Jaguari, Jacareí, Cachoeira, Atibainha e Juqueri (Paiva Castro);
 
Alto Cotia: a água vem da represa Pedro Beicht, formada pelos rios Capivari e Cotia do Peixe. A captação é feita na represa da Graça e transportada para a Estação de Tratamento Morro Grande. A produção de 1,2 mil litros de água por segundo abastece cerca de 409 mil habitantes dos municípios de Cotia, Embu, Itapecerica da Serra, Embu-Guaçu e Vargem Grande;
 
Baixo Cotia: a água vem da Barragem do Rio Cotia, sendo tratados 900 litros por segundos para abastecer aproximadamente 361 mil moradores de Barueri, Jandira e Itapevi;
 
Alto Tietê: o sistema é formado pelos rios Tietê, Claro, Paraitinga, Biritiba, Jundiaí, Grande, Doce, Taiaçupeba-Mirim, Taiaçupeba-Açu e Balainho. São tratados 15 mil litros de água por segundo para atender 3,3 milhões de pessoas da Zona Leste da capital e dos municípios de Arujá, Itaquaquecetuba, Poá, Ferraz de Vasconcelos, Suzano, Mauá, Mogi das Cruzes, parte de Santo André e dois bairros de Guarulhos (Pimentas e Bonsucesso);
 
Sistema Guarapiranga: é o segundo maior sistema de água da Região Metropolitana, localizado nas proximidades da Serra do Mar. Sua água é proveniente da represa Guarapiranga (formada pelos rios Embu-Mirim, Embu-Guaçu, Santa Rita, Vermelho, Ribeirão Itaim, Capivari e Parelheiros) e da Represa Billings (Rio Taquacetuba). Produz 14 mil litros de água por segundo e abastece 3,7 milhões de pessoas das Zonas Sul e Sudoeste da Capital;
 
Estação Ribeirão da Estiva: capta água do Rio Ribeirão da Estiva e produz 100 litros de água por segundo. Abastece 38 mil pessoas dos municípios de Rio Grande da Serra;
 
Sistema Rio Claro: localizado a 70 km da Capital, produz 4 mil litros por segundo. A água vem do rio Ribeirão do Campo e é tratada na Estação Casa Grande. Abastece 1,5 milhão de pessoas do bairro de Sapopemba, na Capital, e parte dos municípios de Ribeirão Pires, Mauá e Santo André;
 
Rio Grande: é um braço da Represa Billings. Produz 5 mil litros de água por segundo e abastece 1,2 milhão de pessoas em Diadema, São Bernardo do Campo e parte de Santo André.
 
Os consumidores que moram no interior do estado podem consultar o mapa da Sabesp para saber qual a unidade que abastece a sua região, aqui
 
Economize água
Algumas medidas podem ser adotadas para influenciar positivamente no valor das contas ao final do mês. 
 
- Utilize aeradores (peneirinhas acopladas na saída de água) nas torneiras;
 
- Reduza o tempo no banho. Cinco minutos são suficientes! O consumidor pode economizar ainda mais se fechar a torneira para se ensaboar;
 
- Reaproveitamento de água: a água do banho ou da máquina de lavar roupa também pode ser reaproveitada para lavar quintais;
 
- Feche a torneira ao escovar os dentes, fazer a barba e ao ensaboar a louça;
 
- Adote descarga de caixa acoplada no vaso sanitário (todas fabricadas a partir de 2001 utilizam 6 litros de água). O vaso sanitário com a válvula e tempo de acionamento de 6 segundos gasta cerca de 15 litros. Quando a válvula está defeituosa, pode chegar a gastar até 30 litros;
 
- Conserte os vazamentos de água assim que eles forem notados;
 
- Só ligue a máquina de lavar louça ou a máquina de lavar roupa quando ela estiver cheia;
 
- Use um regador para molhar as plantas ao invés de utilizar a mangueira. No verão, a rega deve ser feita de manhãzinha ou à noite, o que reduz a perda por evaporação. No inverno, a rega pode ser feita dia sim, dia não, pela manhã;
 
- Adote o hábito de usar a vassoura, e não a mangueira, para limpar a calçada e o quintal da sua casa. A mangueira ligada por 15 minutos gasta cerca de 280 litros de água; 
 

- Lave o carro com balde e um pano ao invés de uma mangueira. Se possível, não lave o carro durante a estiagem (época do ano em que chove menos).

 

Confira quais os bairros atendidos pelo sistema Cantareira:

 

 

ACLIMAÇÃO ÁGUA BRANCA ÁGUA FRIA ÁGUA FUNDA ÁGUA RASA
ALTO DA LAPA ALTO DE PINHEIROS BARRA FUNDA BELA VISTA BELENZINHO
BOACAVA BOM RETIRO BOSQUE DA SAÚDE BRÁS BRASILÂNDIA
BUTANTÃ CACHOEIRINHA CAMBUCI CAMPOS ELÍSEOS CANINDÉ
CARANDIRU CASA VERDE CASA VERDE ALTA CASA VERDE ALTA CATUMBI
CENTRO CERQUEIRA CESAR CHÁC. CALIFÓRNIA CHÁC. JAGUARÁ CID. MÃE CÉU
CITY JARAGUÁ CITY.AMÉRICA CJ. HAB. VOITH COHAB JOVA RURAL CONSOLAÇÃO
CRIMÉIA ERNESTO BOTTONI EST. JARAGUÁ FREGUESIA DO Ó FURNAS
GAVIÃO REAL HELIÓPOLIS HIGIENÓPOLIS IMIRIM IPIRANGA
ITAIM JACANÃ JAGUARÁ JARAGUÁ JD. ADELFIORE
JD. AMÉRICA JD. ANAGILDA JD. ANÁLIA FRANCO JD. ANHANGUERA JD. AVELINO
JD. BANDEIRANTES JD. BRASIL JD. BRASÍLIA JD. CAROMBE JD. CELESTE
JD. CID. PIRITUBA JD. CLIMAX JD. CORISCO JD. DA GLÓRIA JD. DA SAÚDE
JD. DAMASCENO JD. ELISA MARIA JD. EUROPA JD. FILHOS DA TERRA JD. FONTALIS
JD. FRANÇA JD. GUAPIRA JD. INDEPENDÊNCIA JD. IPANEMA JD. JAPÃO
JD. JOAMAR JD. KHERLAKIAN JD. LÍDER JD. LUZITÂNIA JD. MAGGI
JD. MARIA ESTELA JD. MARISA JD. PAULISTANO JD. PERI JD. PRIMAVERA
JD. RECANTO JD. REGINA JD. RINCÃO JD. SANTA EMÍLIA JD. SANTA FÉ
JD. SANTA INÊS JD. SÃO BENTO JD. SÃO PAULO JD. SHANGRILA JD. TAIPAS
JD. V .MARIANA JD. VISTA ALEGRE JOSÉ LOPES LAPA LAPA DE BAIXO
LAUZANE PAULISTA LIBERDADE LIMÃO LUZ MARILAC
MERCADO MOINHO VELHO MOÓCA MORADA DO SOL MORRO DA PÓLVORA
MORRO DOCE MORRO VERDE 12- ÁREA PACAEMBU PAIVA RAMOS PAMAS DO TREMEMBÉ
PARADA DE TAIPAS PARADA INGLESA PARAÍSO PARI PEDRA BRANCA
PERDIZES PERUS PINHEIROS PIQUERI PIRITUBA
PONTE PEQUENA PQ. ANHANGUERA PQ. ANHEMBI PQ. BRISTOL PQ. DA MOÓCA
PQ. DO MANDAQUI PQ. EDU CHAVES PQ. EST. DO JAGUARÁ PQ. IBIRAPUERA PQ. NAÇÕES UNIDAS
PQ. NOVO MUNDO PQ. PANAMERICANO PQ. PERUCHE PQ. SÃO DOMINGOS PQ. SÃO JORGE
PQ. SÃO LUCAS PQ. TAIPAS PQ. TIETÊ PQ. TOMAS EDSON QUARTA PARADA
REC. DO PARAÍSO RIO PEQUENO RUDGE RAMOS SACOMÃ SANTA CECÍLIA
SANTA IFIGÊNIA SANTA TEREZINHA SANTANA SÃO JOÃO CLÍMACO SICILIANO
SUMARÉ SUMAREZINHO TATUAPÉ TREMEMBÉ TUCURUVI
V. ALBERTINA V. ALPINA V. AMÉLIA V. ANASTÁCIO V. ANGLO BRASILEIRA
V. AURORA V. BARUEL V. BELA V. BONILHA V. BUARQUE
V. CACHOEIRA V. CAIUBÁ V. CALIFÓRNIA V. CARIOCA V. CELESTE
V. CLARICE V. DAS MERCES V. DIONÍSIA V. EDE V. ESTER
V. GUILHERME V. GUMERCINDO V. GUSTAVO V. HAMBURGUESA V. INÁCIO
V. INDUSTRIAL V. IPOJUCA V. IZOLINA MAZZEI V. JAGUARÁ V. LEOPOLDINA
V. LIVIEIRO V. MADALENA V. MANGALOT V. MARIA V. MARIANA
V. MAZZEI V. MEDEIROS V. MIRANTE V. MONUMENTO V. MORAES
V. MORRO GRANDE V. NAIR V. NIVI V. NOVA GALVÃO V. NOVA MAZZEI
V. ORATORIO V. PERUS V. POMPÉIA V. PRUDENTE V. ROMANA
V. SULINA V. ZAT VISTA VERDE    

 

Saiba mais:

 
 
 



Avalie este conteúdo
  • Nenhum comentário, seja o primeiro.

Deixe o seu comentário


  • Caracteres restantes: 1000
  • 1. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.
  • 2. O Idec não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários, que não são revisados. Havendo necessidade, o Idec reserva-se o direito de eliminar comentários em desacordo com o propósito do site.
  • 3. Se, por mais de uma vez, forem descumpridas quaisquer regras contidas na presente Política ou forem verificadas ilegalidades, o comentário será automaticamente excluído do website do Idec. A qualquer instante, o sistema de inclusão de comentários poderá ser cancelado sem necessidade de aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
  • 4. Os comentários não poderão conter os seguintes itens: banners publicitários; websites que façam vendas online; material pornográfico; palavras de baixo calão; informação sobre atividades ilegais e/ou incentivo ao crime; atividades ilegais incluindo menores de 18 anos (de acordo com o disposto no artigo 241 do Estatuto da Criança e do Adolescente); material depreciativo; ofensivo e/ou mentiroso; propaganda política referindo-se a candidatos, partidos ou coligações, bem como propaganda a respeito de seus órgãos ou representantes; utilização do serviço, desvirtuando sua finalidade, com o intuito de cometer qualquer atividade ilegal; convite à participação em atividades de concursos, correntes, lixo eletrônico, spam ou quaisquer mensagens periódicas ou não solicitadas (comerciais ou não) ou abusivas.
  • 5. A presente Política contendo as condições de uso dos comentários no website do Idec é regida pela legislação vigente da República Federativa do Brasil. Os usuários submetem-se ao Foro exclusivo da Comarca da Capital do Estado de São Paulo para dirimir quaisquer questões porventura incidentes.
  • 6 .O usuário deve fornecer informações verdadeiras, exatas, atuais e completas quando efetuar o registro no formulário para realizar um comentário. Essas as informações são protegidas por senha para a sua segurança e privacidade.
  • 7. Os usuários declaram concordar com todas as condições descritas acima.
Limite de 256 caracteres. Enviar por e-mail
Para:
Todos os campos são obrigatórios.

Filtrar por tema:

  • Enquetes

    Transportes

    Alguma vez você já pediu seu bilhete de transporte público de volta?

  • Revista

    Banda Larga Fixa

    Músicas virtuais, problemas reais

    Avaliamos os sites Escute, Sonora  e UOL Megastore,e constatamos práticas que desrespeitam os consumidores, como músicas que só rodam em determinado programa, cópias limitadas e bloqueio ao fim da assinatura do serviço

RECEBA NOSSOS INFORMES
SIGA O
Linked.in RSS Twitter Facebook